Você está aqui

II Seminário Internacional sobre Uso Eficiente do Etanol - 2015
17 de Setembro a 18 de Setembro
Auditório Centro de Estudos Rômulo Almeida - BNDES - Avenida Chile, 330 - Rio de Janeiro - RJ

Programação

Veja a seguir a programação e faça o download da palestras do II Seminário Internacional sobre Uso Eficiente do Etanol.

17 de Setembro
Horárioordem decrescente
09:00

Inscrição e Credenciamento

09:15

Abertura

  • Apresentadores

    Jayme Buarque de Hollanda - Diretor Geral do INEE

    Maurício dos Santos Neves - Superintendente Industrial do BNDES

    Magda Chambriard - Diretora Geral da ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis

    Perspectivas para o etanol na matriz de transportes no Brasil
10:00

Etanol: combustível ideal para motores Otto

Graças a diversas características físico-químicas, o etanol é o combustível mais adequado para uso em motores centelhados (ciclo Otto). Seu uso pode proporcionar desempenho superior ao da gasolina. A mesa discute essas características e analisa perspectivas de evolução e uso de motores a etanol.

11:00

Intervalo do Café

11:30

Perspectivas para o etanol no Brasil

O aumento da competitividade do etanol como combustível vai depender de maior eficiência no uso dos fatores de produção na cadeia energética da cana, segunda maior fonte primária de energia do país. A mesa avalia e discute as oportunidades de aumento de produtividade e importância da estratégia de aumentar a eficiência.

12:30

Intervalo Almoço

14:00

Painel: Carros Leves a Etanol no Mercado Brasileiro

Milhões de consumidores usam apenas etanol hidratado como combustível. A mesa analisa se esse nicho de mercado pode ser ampliado/expandido por carros a etanol com elevada eficiência e o que seria necessário para que tal acontecesse.

15:00

Etanol no transporte pesado

Apesar do subsídio ao diesel, sua substituição por etanol é competitiva em atividades no âmbito da agroindústria e em outros nichos específicos, todos bastante expressivos. A mesa examina a viabilidade técnica, econômica e social dessas substituições.

16:00

Intervalo do Café

16:30

Notícia Sobre Experiência da RICARDO MOTORS com Utilitário Leve a etanol

18 de Setembro
Horárioordem decrescente
09:30

Substituição de diesel por etanol em uso estacionário

Há diversos usos estacionários em que o motor a etanol com elevado desempenho pode substituir o diesel. Essa possibilidade inclui o acionamento veicular híbrido.

10:30

Intervalo do Café

11:30

Painel: removendo barreiras ao uso eficiente do etanol

O Brasil deixou de produzir carros a etanol, substituídos pelos flex, cujo desempenho com etanol é inferior ao seu potencial. A proporção do etanol anidro como aditivo da gasolina além da necessária, por outro lado, reduz o desempenho dos carros a gasolina. Como políticas de governo e o falso conceito ainda nivelado à paridade de 70% álcool/gasolina podem ser corrigidas, aumentando a eficiência dos veículos de transporte individual e reduzindo emissões? Que papéis caberiam à indústria automotiva, governo, reguladores e produtores de etanol?

  • Coordenadores

    Marcos José Marques - Presidente do Conselho Diretor do INEE

  • Debatedores

    Bernardo Hauch Ribeiro de Castro - Departamento de Bens de Capital, Mobilidade e Defesa – Área de Indústria de Base do BNDES

    Marcos Langeani - Diretor da NEXT Engenharia

    Luiz Augusto Horta Nogueira - Pesquisador do NIPE, Professor da UNIFEI

    Promovendo o Uso do Etanol

    Ricardo Abreu - Diretor Global de Tecnologia da Mahle

12:30

Intervalo do Almoço

14:00

Painel: Motores a etanol – P&D e academia

Até os anos 90, havia forte interesse acadêmico e técnico no etanol pela sua virtude como combustível. Apesar da importância da cana, as pesquisas e trabalhos nesta área reduziram-se a quase zero. A mesa examina como retomar o tema, promovendo e estimulando iniciativas de pesquisa e desenvolvimento relativas ao uso otimizado do etanol, considerando seu elevado potencial de desenvolvimento e importância no mercado brasileiro.

15:00

Mitos sobre a competitividade do etanol

Abastecer o flex com etanol quando este custar 70% ou menos que a gasolina é um critério errôneo, prejudicial ao consumidor, mas que se tornou um paradigma que influencia motoristas e políticas públicas. A mesa discute as consequências e como alterar essa percepção errônea que prejudica a competitividade do etanol.

16:00

Intervalo do Café

16:30

Uso Eficiente do Etanol e Emissão CO2 // Encerramento

O uso do etanol em substituição à gasolina antecedeu a percepção de sua importância do ponto de vista ambiental. A mesa avalia até que ponto novas políticas e iniciativas para reduzir emissões de CO2 podem promover o aumento da eficiência no uso do etanol.

  • Coordenadores

    Jayme Buarque de Hollanda - Diretor Geral do INEE

  • Palestrantes

    Pietro Erber - Diretor do INEE

    Redução de emissões de CO2 decorrentes do uso mais eficiente do etanol no Brasil

    Carolina Dubeux - Pesquisadora senior do Centro de Estudos Integrados sobre Meio Ambiente e Mudanças Climáticas

    Contribuição do etanol para a redução das emissões no Brasil (1990-2010)

Menu principal